Qual é o teu uso da pirataria de produtos digitais?

+10 votos
79 visitas
perguntou 25 Jan em Tecnologia e Eletrônicos por Matheus Alexandre (13,339 pontos)
Atire a primeira pedra quem nunca usou o Windows pirada!


Eu acredito que se não houvesse meios de piratear o Windows ele não teria todo esse poder no mercado atualmente. É impressão minha ou as pessoas não conseguem enxergar valor em bits? Eu sempre usei o Windows pirata, até encontrar outras soluções equivalentes mais sendo gratuitas; Ubuntu.


Eu vejo a pirataria como algo benéfico e ao mesmo tempo maléfico. Quando paro para pensar sobre os autores e artistas que passei a conhecer por conta da pirataria, vejo que ela tem sim uma importância, principalmente aqui no Brasil. Apesar dos malefícios, eu sempre acabo vendo a pirataria como uma saída que muitos encontram para a própria inclusão digital também...

E aí, o que tu acha de piratear arquivos/produtos digitais?


12 Respostas

+1 voto
respondida 26 Jan por Taylor (3,440 pontos)
selecionada 4 dias atrás por Matheus Alexandre
 
Melhor resposta
Eu assino serviços de streaming. Eu uso a Netflix para assistir filmes e séries e pago R$ 12,00 por mês (divido com amigos), e o Deezer para ouvir música, porque a Tim oferece "gratuitamente" (eles devem incluir na conta) para quem tem internet deles. O Deezer tem todas as minhas músicas, mas a Netflix não tem todos os filmes, aí vou pro torrent. Algumas séries também demoram pra sair as últimas temporadas, é o caso de Grey's Anatomy que é uma série da ABC Studios ou The Walking Dead que é da Fox Networks, mas felizmente isso não acontece com as séries originais da Netflix como Stranger Things, 13 Reasons Why, Dark e The End of F***ing World.

Quanto ao sistema operacional, eu uso o dualboot. Na maioria das vezes eu utilizo o Linux Ubuntu, que é gratuito, e utilizo também o Windows 10 original porque preciso usar o Photoshop ou usar o Microsoft Office. O Linux tem o LibreOffice, mas o Writer, Calc e Impress deixam muitíssimo a desejar em comparação ao Word, Excel e PowerPoint. O Linux também tem a ferramenta GIMP, mas nem se compara com o Photoshop CC (que por sinal é pirateado).

Quanto ao que eu acho, é que se você pode optar por um serviço de streaming, vale mais a pena. A mensalidade do Spotify é R$ 16,90 o plano individual, e um álbum normalmente não custa menos de R$ 30,00 e você vai ter uma qualidade de áudio muito melhor do que baixar no 4Shared, por exemplo. Netflix também tem um ótimo custo-benefício, a mensalidade varia de R$ 20,00 até R$ 40,00 sendo que um único filme original também não custa menos de R$ 30,00 fora toda a dificuldade de achar por causa de direitos autorais. Mas eu entendo que o preço das coisas aqui no Brasil são abusivas, e se o streaming não é uma opção, então vá na fé, existe The Pirate Bay pra isso.
comentou 26 Jan por Matheus Alexandre (13,339 pontos)
Só não concordo com:
 
"Linux tem o LibreOffice, mas o Writer, Calc e Impress deixam muitíssimo a desejar em comparação ao Word, Excel e PowerPoint."

O LibreOffice é uma bela de uma ferramenta, mas é de se esperar que exista certas incompatibilidades com os arquivos de outras ferramentas Office. Eu consigo fazer exatamente tudo que faria no Word usando o LibreOffice, o problema está em usar os arquivos .DOC no LibreOffice - o fato dos caras conseguirem portar um formato proprietário para rodar no software deles já é algo extraordinário.

E com relação ao Gimp, não, ele não fica tão atrás do Photoshop - bom, é isso que o Dio fala, ele que trabalha com o Gimp já há um bom tempo:




Boa noite, man!


comentou 26 Jan por Taylor (3,440 pontos)
O Writer e o Word não são muito diferentes, mas o Impress e o PowerPoint têm um abismo de diferença. Sinto falta das animações e dos temas do Impress, fora que numa apresentação com Windows o trabalho fica horrível.

Não tem como comparar o GIMP com o Photoshop. O Dio falou besteira nesse vídeo, porque o GIMP é um software livre voltado para designers amadores ou pessoas que fazem edições simples, já o Photoshop é pago e é voltado para profissionais. Eu não sou designer e nem pretendo seguir carreira nisso, mas não dá pra comparar um software gratuito voltado para amadores com um software grande, pesado e caro voltado para profissionais. Não que o GIMP seja ruim, longe disso, o Photoshop que é melhor desenvolvido por ser para profissionais, inclusive os próprios desenvolvedores do GIMP não o consideram como alternativo ao Photoshop. Ainda dá pra comparar o GIMP com o Photoshop CS2, mas a diferença entre o GIMP e o Photoshop CC de 2017 é gritante, muito gritante.
+3 votos
respondida 26 Jan por ⭐ R.J. Smith ⭐ (3,246 pontos)
Só é contra a pirataria quem tem dinheiro para comprar original. Ninguém merece pagar 200R$ só para um divertimento de 48 horas...
+1 voto
respondida 25 Jan por WLS887 (3,274 pontos)
Já utilizei muito, mas hoje sou contra pirataria.

Quem é a favor da pirataria, é a favor da corrupção, já que está usufruindo de algo ilegal.
+1 voto
respondida 25 Jan por fave (23,200 pontos)
No utro lapto meu win 7 é pirata msm. Já neste novo meu win 8.1 é original msm.

Bom, penso que meu uso é de normal pra abaixo, ¿quem nunca comprou algum cd de música, filme nos vendedores ambulantes da rua?, de fato baixar músicas, filmes, programas da web é pirataria, seu nao for licença gratuita.
+1 voto
respondida 26 Jan por ☆Milady☆ (51,767 pontos)
Bom, o meu sistema operacional e o meu Office são piratas, mas é que o técnico que montou o meu computador só usa produtos piratas.

Mas eu só tenho programas originais no notebook.
Boa noite.
+1 voto
respondida 26 Jan por thepunisher7 (11,386 pontos)
Cara, como eu tô sem grana e sou gamer, estou sempre jogando então atualmente quase todos os games q jogo são por torrent. Mesmo quando eu tô com grana não é todo game q eu compro, pois já tenho raiva de algumas desenvolvedoras e me recuso a dar meu dinheiro pra elas. (Ex: EA, Bethesda). É isso...
+1 voto
respondida 26 Jan por Peregrino (8,704 pontos)
Eles estão mais preocupados com Windows pirata no meio corporativo do que usuários comuns.

Quando se cresce usando Windows - pirata - você não se adapta ao Linux no mercado de trabalho. A empresa não vai insistir em Linux se os funcionários não se adaptam e se não têm uma variedade programas.

Enquanto a participação do Windows tiver este absurdo da fatia do mercado, as empresas de software consagradas não produzirão para o Linux.

Tudo isto gera um círculo em que usuário fica dependendo de Windows, que domina o mercado e que acaba ditando a regra do mercado de softwares também, inclusive no de vídeo-games.

Abraço.
comentou 26 Jan por Matheus Alexandre (13,339 pontos)
Justamente, o Bill Gates está de olho nas empresas que usam o Windows pirata. Inclusive lembro de uma universidade que foi à falência por conta de Windows pirata, achei o vídeo sobre:



Eu vejo que o Windows deixa que consigam piratear o sistema, ao contrário, ninguém iria querer pagar 200 - 300 reais em um sistema operacional, pois é como disse, parece que as pessoas não veem valor em bits. Mas enfim, quem sabe em um cenário como esse - o Windows não sendo pirateável - o Linux ganhasse muito mercado.


+1 voto
respondida 26 Jan por Off por um tempo (37,256 pontos)
O q eu tenho pirata msm são meus jogos.
Se fosse comprar tudo q tenho aqui sairia uns 3 mil contos pra mais.
0 votos
respondida 26 Jan por Dilma Xanuda (53,944 pontos)
Eu baixo da internet mesmo, to nem aí, aqui nesse país tudo é caro
0 votos
respondida 26 Jan por PATIFE GAGO (14,941 pontos)
zero. Mas usei windows pirata sim. Vc ha de convir que o preço era proibitivo e isso so favorecia à pirataria.  Em termos de musica, nunca comprei nada pirata pq acho uma baita sacanagem com os musicos ( eu falei musicos e toda produção de um cd) os cantores ainda se viram com os shows etc... mas os musicos ganham mto pco de dependem muiiito da venda de cds pra sobreviverem, assim tb como toda equipe de produção dos mesmos.  E quem é fã, não compra pirata, penso assim. Agora, bill gates & cia ...... não tenho dó não pq o produto deles é de nivel mundial.... eqto aki no Brasil se compra 100 piratas deles...... na europa , EUA etc... se compram milhões originais, o que equilibra a balança. Mas mesmo assim , eu não uso mais ate pq o windows 10 é gratis.
comentou 26 Jan por Taylor (3,440 pontos)
Também penso isso quanto a música. Pô, o Spotify não tem a mensalidade cara, e a produção de um álbum não é feita de qualquer jeito, há o artista e mais mil pessoas por trás no desenvolvimento do álbum, porque eles não querem entregar um trabalho de qualquer jeito.
0 votos
respondida 26 Jan por ©*PoMeGRaNaTe* (10,124 pontos)
Existe uma linha de pensamento que diz que direitos autorais só podem ser aplicados em coisas físicas, e não em digitais - uma vez que você pode criar cópias destes infinitamente.

Eu acredito nisto.. até porque existem muitas outras formas de ganhar dinheiro com a popularização do software gratuito.

Um caso específico é a netflix que permite fazer o download dos seus filmes. Eles já foram pagos pelas pessoas através da mensalidade da netflix.
0 votos
respondida 28 Jan por GLOOVESTREET (11,962 pontos)
verdade, mas há os alternativos, que estão entre piratas e originais, é tipo um genérico sabe!

Perguntas relacionadas

+3 votos
2 respostas
+6 votos
2 respostas
+6 votos
9 respostas
perguntou 11 Set, 2017 em Curiosidade por WLS887 (3,274 pontos)
+14 votos
10 respostas
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!

...