Algum cristão pode me dizer onde está escrito LÚCIFER na Bíblia se referindo ao diabo?

+6 votos
112 visitas
perguntou 6 Set em Religião e Espiritualidade por Rabugento (4,251 pontos)
editado 6 Set por Rabugento
Tem cristão aqui que acha que Lúcifer está na Bíblia como sendo o diabo.

Mas num vem com nhém-nhém-nhém não...
Quero livro, capítulo e versículo que contém a palavra LÚCIFER, sem caô de dizer que isso significa aquilo.

Tem a palavra LÚCIFER se referindo ao diabo ou não tem?

7 Respostas

+1 voto
respondida 6 Set por •Sophia• (18,558 pontos)
selecionada 9 Set por Rabugento
 
Melhor resposta
O nome Lúcifer realmente não tem na Bíblia da língua portuguesa.
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
... e em algumas versões em outros idiomas a palavra LÚCIFER aparece na Bíblia, mas não se refere ao diabo.
comentou 6 Set por •Sophia• (18,558 pontos)
Sim, as pessoas associaram Lucifer ao Diabo por causa do versículo de Isaías 14:12...mesmo que fale do Rei da Babilônia alguns acham que tem algo haver com o Demo por fala de alguém que caiu do céu e foi lançado por terra.
+2 votos
respondida 6 Set por Carlos Eduardo ✔ (25,465 pontos)
Lúcifer é a tradução da Bíblia do Rei Jaime para a palavra em hebraico הֵילֵל em Isaiah 14:12. Esta palavra, transliterada hêlêl ou heylel, aparece apenas uma vez na Bíblia Hebraica e de acordo com a influência da versão do Rei Jaime significa "o brilhante, estrela da manhã, Lúcifer
https://pt.wikipedia.org/wiki/Lúcifer
http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-Traducoes/Isa14.12-LuciferOuEstrelaDaManha-Helio.htm
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Esse Lúcifer aí de Isaías não é o diabo, é o Príncipe de Tiro.
comentou 6 Set por Carlos Eduardo ✔ (25,465 pontos)
Mtos entendem como parábola, mas realmente n fala o nome lúcifer, e sim estrela dalva.
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Parábola pode ser qualquer coisa.
Eu posso dizer que isso aí é uma parábola de uma profecia sobre o Joesley Batista...
+2 votos
respondida 6 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
editado 7 Set por Ana Flor
Não há porque tratar Satã como Lúcifer, porque a partir de Gênesis, este ser já não era mais portador da luz e sim das trevas,  do bem e do mal.  Se distanciou da fonte da vida e ganhou a morte. Depois  disso, ele passou a ter vários nomes em diversos povos distintos.

Lembre que a Bíblia foi compilada de uma forma que só o alto escalão da Igreja Católica pudesse de fato entender, o papa, sumo sacerdotes por exemplo.  É notório que até na  escola aprendemos sobre a Santa Inquisição, que queimava livros. Enforcava pessoas que discordassem de suas doutrinas, a exemplo de Giordano Bruno, filósofo,  teólogo. Galileu Galilei.  A Igreja até se recusava a aceitar publicamente que a Terra  girava em torno  do Sol.
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Eu respeito mas não concordo. Quando a Bíblia foi compilada só uma irrisória minoria sabia ler e só a Igreja Católica podia produzir Biblias. A Igreja Católica não precisava se preocupar em tornar a Biblia obscura.

A situação só mudou mais de mil anos depois da compilação inicial, por causa de Gutemberg e Lutero.
comentou 6 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
editado 7 Set por Ana Flor
Também respeito sua visão e continuo a reafirmar o que digo. Conhecimento é  poder.  Sempre foi. A primeira igreja cristã, fundada a partir dos ensinamentos de Jesus, não foi o a ICAR mas a Igreja Primitiva, os ensinamentos eram bem diferentes. Os primeiros cristãos  foram perseguidos,inclusive eram massacrados no Coliseu. A diferença é que o Catolicismo pretendeu dominar o mundo através da fé,  sempre teve em suas decisões doutrinárias a politização da fé. O controle social, inicialmente no império romano até se expandir com as cruzadas. Os fundadores do catolicismo nunca foram inocentes, ainda que a bíblia fosse compilada onde minoria da igreja soubesse ler, os membros de alto escalão da ICAR sabiam que reis e nobres tinham acesso ao conhecimento e a leitura, além de exércitos.   E qual o diferencial para viver nesse mundo antigo? A palavra, a manipulação do conhecimento.

Se lembre que Jesus não teve só Pedro como  discípulos, os outros ainda continuaram por tradição oral, comum aquela época propagando as palavras e doutrinas diferentes da ICAR.  E outro fato, apesar da ICAR chamar Pedro como seu fundador, não existem relatos de que de fato este foi efetivamente papa.  O império Romano não tinha os ensinamentos cristãos como verdadeiras, até na bíblia tem relatos como a passagem de Daniel e a cova dos leões. Por temera Deus sobreviveu, talvez uma mensagem para falar que outros que seguissem a fé da ICAR poderiam sobreviver também. Muitos morreram em nome de Jesus.   

Foi após se aliar a Constantino que a Igreja  Católica foi efetivamente fundada e por isso se denominou Igreja Católica Apostólica Romana- ICAR.  Leia sobre o Édito de Milão, isso está registrado na história da humanidade. A liberdade religiosa assinada era em relação aos Cristão, até então perseguidos. Com a falta de perseguição estes cristãos puderam se organizar, neste caso a beneficiada e a Igreja representativa do cristianismo foi o Catolicismo, que repito, traziam ensinamentos diferentes da Igreja Primitiva Cristã  e esta primeira esteve associada a política, Governar pessoas, Alinhada a reis até conseguir sua própria autonomia e expressividade, inclusive fazendo guerras sanguinárias para conquista políca.

O ensinamentos de Jesus não se isolaram no catolicismo, um segmentos dito que fundada por pedro mas Jesus teve 12 apóstolos que nessa época sanfguinária não poderiam professar sua fé com liberdade. A inquisição não poupou nem teólogos, pessoas ligadas a própria igreja.

Essa manipulação sempre houve porque o povo poderiam não ler, como disse acima, mas sempre houveram escribas, reis e alto clero sempre buscaram ter o dominio da escrita e haviam a manifestação popular contra as doutrinas da ICAR que não poderiam ser ignoradas pelos imperadores, reis, etc.
comentou 7 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Também não concordo.
O Édito.de Milão foi uma decisão política de Constantino que permitiu aos cristãos sobreviver sossegados, mas a aceitação dos cristãos só veio depois que Agostinho de Hipona criou um sistema praticamente aristotélico para interpretação da Bíblia. Só aí os romanos se cristianizarsm.

Tem quase 100 anos entre um evento e outro. Constantino não fez mágica, só mudou as regras do jogo para favorecer os cristãos.
comentou 7 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
editado 7 Set por Ana Flor
Quais Cristãos? Católicos ou os cristãos originarios dos outros 11 apóstolos de Jesus e tantos Cristãos da igreja primitiva que ouviram o próprio Jesus? Há uma grande diferença. Porque em Roma só quem se declarava católico não era perseguido. Como falei acima. Constantino beneficiou apenas o catolicismo.
comentou 7 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
Na verdade o assunto surgiu para dizer que a Biblia foi compilada de forma tendenciosa. O poder fascinou a sociedade e sempre foi marcado por corrupção e manipulações. Foi assim que surgiu a aliança de Constantino e Da Igreja Catolica Romana que pôde existir como uma instituição reconhecida pelo Império  Romano. os outros  cristão eram assassinados.
+1 voto
respondida 6 Set por Sarı Kanaryalar (11,842 pontos)
Eu chamo de tinhoso
+1 voto
respondida 6 Set por Jaci da Quimbanda (24,152 pontos)
Isaiah 14:12

No latim! Essa é a palavra latina para Estrela da Manhã.

Beijos de Luz! Que os Orixás te guiem ao caminho certo.
comentou 6 Set por Jaci da Quimbanda (24,152 pontos)
O que Pedro diz é que devem ficar atentos, pois se não um dia o diabo vai enganá-los com sua falsa luz, e entrará em seus corações.

1:19 et habemus firmiorem propheticum sermonem cui bene facitis adtendentes quasi lucernae lucenti in caliginoso loco donec dies inlucescat et lucifer oriatur in cordibus vestris
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Você pode interpretar como quiser, né... O latim e o inglês e o português tão aí pra isso...

Mas é só ler o capitulo inteiro pra sacar que Pedro diz para confiar nos profetas enquanto estiver escuro, até que amanheça e a estrela Dalva apareça e todos possam enxergar por si próprios.

Esse Lúcifer aí do Latim está mais para Jesus Cristo do que para o diabo.
comentou 7 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
Estrela da manhã é uma titulação, vamos assim dizer para maior compreensão. Seria para designar aquele que é portador da luz. Não necessariamente isso pode ficar associado a lúcifer perpetuamente visto que ele perdeu esse ofício e a iluminação. Fazendo uma analogia, quem é rei pode perder a majestade, o reinado e perder a titulação ou abrir mão dela.

Tanto é uma espécie de titulação que JESUS já foi também chamado de Estrela da Manhã. Por isso as pessoas fazem confusão com esse termo e a quem se é empregado. È apenas um título, ainda que uma importante e cheia de expressividade.
comentou 7 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Não discordo nem concordo.
Minha pergunta é sobre o que está na Bíblia.
Se alguém tem uma interpretação sobre isso eu acho bacana, mas só perguntei sobre o que está na Bíblia.

Está escrito na Bíblia que é uma titulação?
Não, né?
Então não vem ao caso para mim.
comentou 7 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
Na verdade o assunto surgiu para dizer que a Biblia foi compilada de forma tendenciosa. O poder fascinou a sociedade e sempre foi marcado por corrupção e manipulações. Foi assim que surgiu a aliança de Constantino e Da Igreja Catolica Romana que pôde existir como uma instituição reconhecida pelo Império  Romano. os outros  cristão eram assassinado
+1 voto
respondida 6 Set por kevin (27,089 pontos)
não tem a palavra Lúcifer na Bíblia.

de acordo com pesquisas, Lúcifer foi a tradução antiga para estrela da manhã, que consta em Isaías 4:12.

mas tem a palavra diabo e demônios em diversas passagens:

Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome.
(Mateus 4:1,2)
comentou 6 Set por Rabugento (4,251 pontos)
Tô ligado.
Diabo e demônio tem a rodo.
Mas eu só quero saber se tem Lúcifer se referindo ao diabo.
comentou 7 Set por Ana Flor (13,919 pontos)
Estrela da manhã é uma titulação, vamos assim dizer para maior compreensão. Seria para designar aquele que é portador da luz. Não necessariamente isso pode ficar associado a lúcifer perpetuamente visto que ele perdeu esse ofício e a iluminação. Fazendo uma analogia, quem é rei pode perder a majestade, o reinado e perder a titulação ou abrir mão dela.

Tanto é uma espécie de titulação que JESUS já foi também chamado de Estrela da Manhã. Por isso as pessoas fazem confusão com esse termo e a quem se é empregado. È apenas um título, ainda que uma importante e cheia de expressividade.
+1 voto
respondida 1 dia atrás por Daniel_Vinhas (419 pontos)
Quando apareceu o nome Lucifer na Bíblia?

Foi nos tempos de Jerônimo ou São Jeronimo na tradução da Septuaginta (grega) para a bíblia Vulgata (Latim) em Isaiah 14:12
"o brilhante, estrela da manhã, Lúcifer"

Os judeus riem desta traição ou tradução (judeus usam chamar qualquer tradução das Escrituras judaicas de TRAIÇÃO)

No Judaísmo Isaías se refere a queda do Rei Nabucodonor E NÃO A QUEDA DE UM ANJO HELEL OU LUCIFER.

============

OUTRO FATO IMPORTANTE
LUCIFER, BISPO CRISTÃO era atacado por Jerônimo o tradutor da bíblia para os católicos. Mas o Bispo Lúcifer Calaritano (em latim: Lucifer Calaritanus; em italiano: San Lucifero) foi um bispo de Cagliari na Sardenha e é um santo cristão conhecido, sobretudo, pelo sua oposição ao arianismo.


O MITO DO ANJO CAÍDO LUCIFER SURGIU DA PICUINHA ENTRE 2 SANTOS CATÓLICOS (SÃO JERÕNIMO X SÃO LUCIFER CALARITANO)

QUEM DUVIDAR TEM CENTENAS DE FONTES SOBRE TUDO ISTO NO GOOGLE

Seja bem vindo ao Gloove, o mais novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!

15,281 perguntas

104,258 respostas

44,716 comentários

519 usuários

...