+7 votos
32 visitas
perguntado em Curiosidade por Bronze (18K pontos)
1- Lembre que se tu é ateu, tu tem a crença que não existe nada além daquilo que a ciência pode explicar.

2- Lembre que se tu é agnóstico, tu crê que tudo pode ser verdade, inclusive, nada.

3- Lembre que, se Judeu, tu crê no YHWH; se Cristão, em Cristo; Se islâmico, em Ala; Se qualquer outra religião, o Deus de tua religião.

Ou seja, tu crê em algo, mesmo que nada, então o que te faz crê no que crê?

2 Respostas

+1 voto
respondida por Prata (44,5K pontos)
selecionada por
 
Melhor resposta
Eu sou agnóstico quanto a ideia de que deus criou o universo, não quanto a existência de deus, pois ele tanto existe quanto inexiste de acordo com a definição que damos para ele (ateus e crentes corretos).
"deus" é uma palavra sem um significado único. Portanto seus diferentes significados implicam em diferentes possibilidades de existir.

Crentes corretos:
●Se deus for "tudo que existe", dizer que deus não existe seria negar a existência da própria existência. Não tem cabimento, algo deve existir como diz a frase de Descartes "penso, logo existo".

●Deus pode ser uma ideia também. Negar a existência de deus nesse caso seria negar a existência da ideia de deus. Não preciso falar que é um paradoxo que só pode ser resolvido aceitando a existência de deus.

Agnósticos corretos:
●Deus é um ser criador do universo. Essa é uma questão que sou agnóstico. A lógica não funciona quando pensamos no início do universo. O empirismo não é capaz de sondar aqueles instantes... apenas algumas características como o redshift chegam até nós.
Ainda existe uma questão problemática aí: como provar o empirismo? Você pode utilizar a ideia do gênio maligno de Descartes para pôr em dúvida a capacidade que as experiências tem de validar uma teoria científica.
Poderíamos utilizar a lógica, mas esta entra em choque com o empirismo e sofre o mesmo problema do gênio maligno.
Então não temos ferramentas para provar a inexistência ou existência de deus como criador do universo.

Ateus corretos:
●Deus é onipotente, onibenevolente e onisciente. Essa definição de deus é causa do paradoxo de Epicuro. Se ser bom significa erradicar a pobreza, um deus onibenevolente por definição inexistiria.

...

Enfim, existem milhares de definições que podem ser usadas que concordem com ateus, com crentes e com agnósticos. Embora para os dois primeiros grupos tem que ser admitido algo incerto.
0 votos
respondida por Ouro (60,8K pontos)
Deus criou o Universo facinho facinho e eu sempre soube disso

Perguntas relacionadas

+9 votos
10 respostas
+4 votos
6 respostas
+13 votos
7 respostas
+12 votos
6 respostas
...