+4 votos
25 visitas
em Esporte por Bronze (23,2K pontos)
Após dar essa declaração [vídeo abaixo] Juninho foi demitido ou foi 'convidado' a pedir demissão e ele próprio disse que nenhum jornalista ficou do seu lado, parece um caso de corporativismo, onde os profissionais fecham os olhos para certas coisas que seus colegas de profissão fazem justamente por serem do mesmo meio. Não é a toa que hoje em dia o nosso futebol está assim, por causa de coisas como essas, as pessoas sequer tem liberdade de expressão para mostrar o que está errado.

Entre ou cadastre-se para responder esta pergunta.

2 Respostas

+2 votos
por Diamante (108K pontos)
Ele está certo . Tem comentarista que fica dizendo que fulano jogou bem e beltrano jogou mal. Isso queima a imagem do jogador. Eu não sou a favor dessas resenhas.
Bye.
0 votos
por Bronze (18,2K pontos)
O problema é que ele era um empregado da imprensa esportiva. Imagine você falando mal da empresa onde trabalha ou de certa classe de cargos ('setoristas'). Vai acontecer isso mesmo com você! Não acho cerceamento de opinião, acho a mesma situação vivida por Reynaldo Azevedo, que teve divulgado um podcast em que ele falava mal da revista Veja. Ele teve que sair de lá também! Como comentarista, Juninho era jornalista também, e quando criticou os setoristas, ficou numa situação parecida com a daquele escriturário que desdenha quem faz café!
por Bronze (23,2K pontos)
Ele não citou nomes, não disse que era um funcionário da Globo, apenas contou algo que ele vivenciou durante sua profissão, acho que ele foi censurado sim pois rapidamente foi demitido pelo que disse.
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...