0 votos
15 visitas
atrás em Filosofia por (1,2K pontos)
Pessoa: substância racional individual.

Entre ou cadastre-se para responder esta pergunta.

1 Resposta

0 votos
atrás por (687 pontos)
editado atrás por
Hmmmm não .
A grande contribuição do cristianismo a filosofia veio quando Tomas de Aquino que era professor da Universidade de Paris ( havia 100 anos de fundada) encontrou com os árabes as  virtudes descritas por Aristóteles .
Foi a partir da leitura dessas virtudes as virtudes cardeais que ele incorporou ao cristianismo e retirou algumas sobre o nome de virtudes teologais
Foi ele também o responsável por separar a filosofia da teologia , já que era a única forma dos escritos não serem queimados nem perdidos com o tempo . Surge assim uma ciência responsável por estudar a fé e outra a alma especificamente . É preciso lembrar que era a época de plena Inquisição e na França estava a todo vapor .
Para Aristóteles e para os gregos as virtudes eram parte da vida de quem queria ser bom , é o mesmo conceito mas parece que a Igreja a colocou como dogma . Os gregos viam a virtude como uma ferramenta para atingir seu propósito a Igreja como a maneira de .
Mas virtudes ditas cardeais  a Justiça é a mais importante delas nas teologais a caridade .
atrás por (687 pontos)
É engraçado pensar que os gregos que viviam em guerras tinham a temperança como uma virtude
.
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...